Buyer Persona


Faça as perguntas certas

Para começar a pensar na sua buyer persona é ideal saber quais perguntas fazer. Essas perguntas vão te ajudar a montar um personagem que não é somente fruto da sua imaginação e sim alguém real!

Esse planejamento permitirá que você possa entender os aspectos do seu cliente para atendê-lo melhor. Portanto, a forma ideal de fazer isso é por meio de perguntas relevantes sobre o meio que o cerca. Confira alguns exemplos:

Trabalho

  • Qual é o seu cargo?

  • O que você faz no trabalho?

  • Como seu trabalho é mensurado?

  • Conte-me como é a sua rotina no trabalho?

  • Quais habilidades são necessárias para executar suas tarefas?

  • Quais são as ferramentas que você usa diariamente?

Empresa

  • Qual é o segmento de sua empresa?

  • Qual é o tamanho da empresa?

Objetivos

  • Quais são suas principais responsabilidades?

  • Quais são seus principais objetivos?

  • Para você, o que é ser bem sucedido em seu trabalho?

Desafios

  • Quais são os maiores desafios em seu trabalho?

  • Quais são os maiores problemas que você encontra para atingir seus objetivos?

Informação e conteúdo

  • Como você aprende novas habilidades e informações para o seu trabalho?

  • Quais são as principais publicações e/ou blogs que você consome?

  • Quais são as redes sociais que você faz parte e com qual frequência você as utiliza para aprender algo?

Informações pessoais

  • Descreva um pequeno histórico sobre você. (Idade, nacionalidade, família, estado civil, filhos e etc.)

  • Descreva sobre seu histórico educacional.

  • Conte um pouco sobre sua trajetória como profissional.

Hábitos de compra

  • Onde você costuma fazer a maior parte de suas compras? (Loja física / online)

  • Com qual frequência você realiza compras online?

  • Você costuma realizar pesquisas antes de fazer compras?

  • Conte um pouco sobre sua última compra. Onde foi, o que te levou a fazer a compra, houve pesquisa de preço?

Análise dos dados

O segundo passo é tentar encontrar características comuns entre os clientes, ou seja, quais são os problemas, as reclamações mais comuns e as soluções mais citadas.

Em resumo, quais são as características comuns que indicam que estas pessoas possuem uma mesma demanda por conteúdo.

Em seguida, componha as personas e defina quais são as mais importantes. Não existe um número mínimo, ou máximo, mas é preciso ter em mente que as personas serão parte integral de toda a sua estratégia, portanto se você tem 3 personas, o ideal é trabalhar a sua estratégia completa em todas elas. Isso quer dizer blog posts, emails e fluxos de nutrição específicos.


Estruturando a persona

Uma parte realmente importante é a organização e estrutura da sua persona. Aqui estamos falando de colocar no papel (ou no Word) tudo que você sabe sobre a sua persona.

O segredo é personifica-la. Pode parecer óbvio, mas é a verdade.

Crie um nome, idade, profissão e descreva o dia a dia dela. Crie uma historinha se for necessário, com hábitos diários, profissionais e pessoais.

É importante que essa persona seja mais que informações em uma folha de papel, você precisa pensar nela como um ser humano de verdade (afinal ela é baseada em um), que vai ler todo o seu conteúdo, interagir com a sua empresa e comprar o seu produto.

Ao estruturar, você coloca em prática todas as horas de pesquisa feitas e tudo o que foi aprendido sobre o seu cliente ideal. Também é possível adicionar alguns dados extras, como:

  • objetivos pessoais;

  • objetivos profissionais;

  • dores pessoais;

  • dores profissionais;

  • aspirações.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo